segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Pouco importa

É nesse momento que a gente se dá conta que pouco importa.
Pouco importa o que vai acontecer daqui pra frente.
Quando a morte dá um tapa na nossa cara,
a gente vê quem manda.
A gente vê que a vida é essa palhaçada toda,
que acaba em nada e que pouco importa.
Não, eu não quero morrer, eu vou seguir.
Mas sem me importar.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Fim


Nunca o fim significou tanto o fim.
Mas foi o fim.
Faz 17 dias que eu perdi o amor da minha vida.
Perdi de vez.
Perdi de vista.
Não como já tinha perdido.
Agora perdi para sempre.
Perdi de ver ele envelhecer.
Perdi de ver ele casar de novo com quem quer que fosse.
Perdi.
Nunca mais nada.
Nunca mais.
E metade de mim morreu junto.

A outra metade fica aqui esperando.
Esperando que um dia isso pare um pouco de doer.
Esperando que algum dia as coisas
voltem a ter um pouco de sentido,
um pouco de graça.

Mas as três últimas postagens,
estas já nem podem mais fazer sentido.