quarta-feira, 28 de novembro de 2012

12 anos

Acho que nunca vou me perdoar por ter estragado.
Aí fico assim, quebrando todos os outros brinquedos.
Só porque eu não tenho mais o único que importava.

Daria tudo por meu mundo e nada mais.

domingo, 26 de agosto de 2012

Novo

"Melhor viver meu bem,
pois há um lugar em que o sol brilha pra você."

E agora é tudo novo, tudo nosso.
A nossa vida, nosso amor, nossa família, tudo começa agora.

domingo, 12 de agosto de 2012

Espaços

Me sinto remexida.
Efeito desses tantos roupeiros e gavetas
que eu sei que estão sendo arrumados.
Eu sinto que as coisas estão mudando
e eu tou aqui, em modo de espera.

Porque o meu mundo, esse tá pronto.
Pronto para nós todos.

sábado, 14 de julho de 2012

Investir

Só pra fazer alguma coisa que nunca fiz na vida.
Investir no futuro, na vida e naquilo que permanece.

Pode ser bom.
Muito.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Humana, DEMASIADO humana

E a vida foi me derretendo
até eu virar essa humana que eu não sei lidar.
Tudo me comove, me encanta,
mas também me magoa
e me entristece com uma facilidade incrível!

Ok, desenvolvi a habilidade de sentir de novo.
Mission accomplished vida, sua linda.

Agora me devolve a Liziê!

domingo, 29 de abril de 2012

Vento...

...mudando todas as direções.
E quer saber?
Deixa o vento bater que eu cansei de tantas rugas.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Gente linda

Me encanta gente assim.
Que me dá idéias, músicas, gargalhadas.
Que num segundo de conversa, fica no meu dia o dia todo.
Gente que cativa.
Despretensiosamente.

domingo, 15 de abril de 2012

Endurecerse, pero...

sin perder la ternura.

Aí eu não tinha mais doçura.
E fui ser doce.
Aí me passei no açúcar.
Adocei demais.
Aí eu peguei leve.

E parece que acertei o ponto:
menos doce e nada amargo.
=)

segunda-feira, 12 de março de 2012

Sonho?

Tenho dormido mais,
peguei gosto por sonhar.

Tanto que tou sonhando acordada também.

terça-feira, 6 de março de 2012

Mundo paralelo, oi?

O destino passou a vida inteira zombando dela.
"Você é mesmo uma boba" , dizia ele.
Ela, maravilhada, respondia: "Eu sei."
E mesmo sabendo, desesperava-se.
Pensava que nada daria certo, que não seria digna do amor.
Até que viu-se assim, em paz interna e eterna,
vivendo a vida ao lado de suas meninas
e seu príncipe com cavalo roxo, logicamente, caricaturizado
pelo destino, esse grande gozador.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Consciência?

Trabalhamos.
Sei como agir, sei o que tenho que mudar
e também sei ver o quão maravilhosa tá a vida.
Só não tou tendo atitudes muito diferentes.
Tudo bem que começa no mental,
mas eu já devia estar me mexendo.
Até porque é disso que eu falo, de saber.
Cheguei num tempo em que sei tudo que tá errado
e tudo que tá maravilhoso.
Sei bem onde tou falhando ainda.
Sei, sei, sei.

Mas e aí, vou me mexer quando?